Estudantes que realizaram o último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sofreram estresse extra no fim da maratona. Hackers trocaram senhas de contas de participantes do teste e do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), mudando os cursos escolhidos por vestibulandos minutos antes do fim do prazo de inscrição, no último domingo, 29. O MEC confirmou que está ciente das invasões e investiga os casos junto a uma equipe de tecnologia da informação, responsável pelo site do Sisu.

A fraude afetou estudantes que disputavam vagas de cursos concorridos e tiveram suas opções modificadas para graduações completamente diferentes das pretendidas. Logo no primeiro dia das inscrições do Sisu, Manuela Carvalho, de 22 anos, escolheu o curso de ciências biológicas como primeira opção e química, como segunda, na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Na hora de conferir os resultados, a jovem teve um choque ao ver que, faltando dois minutos para o fim do processo seletivo, haviam mudado seus cursos para educação física em São Luiz, no Maranhão, assinalando que ela era portadora de deficiência física, e biomedicina, na Universidade Federal do Pará.
Saiba mais: EM.com.br



Wednesday, February 1, 2017







« Voltar