Hacker conseguiu mudar tela inicial do Google por alguns minutos após aplicar técnicas de SQL injection.
Na tarde desta terça-feira (3), os usuários brasileiros do #Google foram surpreendidos ao tentar acessar a página do buscador. Ao invés de encontrarem o bem conhecido logotipo da empresa com sede em Mountain View, deparam-se com uma imagem estranha e a mensagem de um hacker dizendo "é um bom momento para morrer".

Logo a informação de que o site da gigante de buscas teria sido hackeado se espalhou pela internet e as suspeitas aumentaram depois que um grande portal de tecnologia publicou uma matéria falando sobre o suposto #Ataque.
O responsável pela façanha seria um certo Kuroi'SH. Esse mesmo #hacker também teria sido o responsável por outros ataques a grandes sites no ano passado, incluindo a NASA.
Desta vez a vítima foi ninguém menos que o Google, uma das maiores, senão a maior, empresa de tecnologia do mundo. Por conta disso vário serviços da empresa americana ficaram fora do ar para muitos usuários por um período - de alguns minutos a meia hora.

Embora alguns sites tenham noticiado sobre técnicas de invasão, "defacement", SQL Injection, etc, o que realmente teria ocorrido foi o comprometimento de dados de servidores DNS.

Esta informação foi dada pelo próprio Google em comunicado oficial, que pode ser lido abaixo:
"Alguns usuários de internet no Brasil tiveram problemas ao acessar o google.com.br devido a um comprometimento de servidores DNS: ou seja, a alteração maliciosa das configurações de direcionamento desses servidores, levando o usuário a um site diferente do que ele pretende acessar. O Google não é responsável pelos servidores de DNS afetados, por isso notificou os administradores, que corrigiram o problema em 30 minutos. Os usuários ainda afetados podem fazer a troca do servidor DNS de sua rede, já que não há nenhum comprometimento dos sistemas do Google. O DNS público do Google pode ser uma alternativa."

Ou seja, o suposto hacker teria conseguido corromper os dados de um ou mais servidores de DNS. Estes, convertem os números de IP de milhões de sites em endereços compreensíveis que podem ser digitados na barra de endereços do navegador. Sem isso para acessar qualquer site teríamos que digitar, e decorar, uma sequência de números, o que é impraticável.
Enfim, ao que tudo indica, o Google não teria sido hackeado. Apenas os servidores de DNS intermediários teriam sido afetados. Até o momento não há informações sobre vazamentos de dados, apenas a não disponibilidade de alguns serviços do Google.

Leia mais: blastingnews.com


Wednesday, February 1, 2017







« Voltar